quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Eleição de 2012 pode ter consultas sobre maconha, gays e aborto

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ricardo Lewandowski, disse que a população pode dizer o que pensa sobre temas polêmicos da sociedade na eleição de outubro de 2012 –além de votar para prefeito e vereador.

Ele falou sobre o assunto no programa “Poder e Política – Entrevista”, do UOL e da Folha.

Segundo Lewandowski, a consulta pode incluir assuntos como liberação da maconha, aborto de anencéfalos e união homoafetiva. “São questões relativamente simples, no que diz respeito à consulta. Podem ser respondidas com “sim” ou “não””, afirmou.

O TSE consegue incluir as perguntas na votação se o Congresso aprovar até março ou abril a realização da consulta, disse Lewandowski. “Em menos de seis meses nós preparamos o plebiscito no Pará. Claro que foi localizado. Mas acho que nós não teríamos maiores dificuldades, em seis meses prepararmos um plebiscito”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário